terça-feira, 28 de agosto de 2007

Milho Transgénico

O milho transgénico é uma fraude! Andei estes anos todos a ouvir dizer que era resistente a pragas, que isso estaria comprovado pelo sucesso das culturas, que era melhor do que as espécies naturais e afinal é tudo mentira! Um bando/enxame de um bicharoco recentemente descoberto pelos cientistas, de seu nome Eufemia Verde (o contrário também está correcto), bem pior do que os gafanhotos, destruiu em poucos minutos um hectare no Algarve e nem a polícia à bastonada, à cacetada os demoveu!... Que praga resistente!

4 comentários:

Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Há milhos e milhos...

Beijinhos

Márcio Branco disse...

Eu quando vejo situações destas, o meu lado compreensivo cai por terra e só fica o meu lado totalmente irracional e violento, por isso as próximas linhas não são escritas pelo meu "eu" usual mas sim pelo alter ego violento e irracional:
Primeiro que tudo, estes individuos defensores dos direitos dos cidadões deviam de ver as casas deles vandalizadas da mesma forma que eles fizeram em terreno alheio. Mas depois surgia um problema, este tipos têm casa?? Não me parece! São pseudo intelectuais de esquerda, que pensam que a propriedade privada é de todos e que andam na universidade a receber propinas e bolsas de estudo do estado, ou seja de todos nós. Portanto eles que vivem à custa de todos nós ainda se acham no direito de destruir bens privados. Porque eu não pedi a essas criançolas para me defenderem do milho alienigena.
Eles se não querem comprar ou comer é uma coisa, agoar falar por mim não. Depois eu até compreendo o acto, eles deviam era de estar ganzados com o que andaram a fumar lá para os festivais alentejanos e depois pensaram que o milho eram gigantes ou coisa assim.
Por mim, iam todos presos, eram lavados com água fria, rapavam-lhes o cabelo porque as rastas estão fora de moda e levavam todos uma carga de porrada que eles nem daqui a 2 anos pensavam em milho ou em manifestações de esquerda.
Depois iriam terminar os cursos universitários à custa deles, acabava-se as bolsas para estes parasitas e teriam que pagar a totalidade dos prejuizos e quam não tem dinheiro, o estado devia obrigar a trabalhar a limpar ruas ou algo assim.
É inadmissivel uma coisa destas, eu se fosse o dono do terreno, antes de chamar a GNR tinha partido as pernas a uma dezena deles e os que reclamassem partia-lhes a boca e depois chamava a GNR.
E pronto, extravazei a minnha indignação e o meu "eu" normal não concorda com o que escrevi atrás, mas paciencia, em democracia até os "eus" não podem estar sempre satisfeitos.

Anônimo disse...

definitivamente "bons como o milho" não são!

Gotinha disse...

http://blogotinha.blogspot.com/2007/08/anti-desafio.html

Afronauta,
aina vou a tempo de te convidar??!