sábado, 8 de dezembro de 2007

Press release

"ASAE faz rusga a seis bares de alterne."

Cinquenta alternadeiras foram identificadas nesta operação. A sete delas foram levantados processos por diversas infracções: depilação mal feita, já que a contagem por centímetro quadrado do número de pêlos e o tamanho dos mesmos estava acima dos limites estabelecidos pelas normas de higiene e segurança; descoloração pilosa efectuada com uma água oxigenada não homologada com a sigla CE; batons com teores elevados de chumbo; sapatos de salto alto com uma curvatura proibida, que se traduz em riscos elevados para a coluna; lentes de contacto coloridas (e ainda por cima de má qualidade), o que indicia a prática do crime falsificação das características originais apresentadas; foram encontrados na sua posse preservativos usados, o que indicia a prática no piso térreo de actos sexuais (ainda que seguros), apenas permitidos nos andar de cima deste estabelecimento de convívio intelectual; mini-saias de contrafacção que foram logo apreendidas, bem com o lingerie que não possuía a percentagem mínima de algodão estabelecida por lei (devido ao risco de alergias) e ainda ausência de etiquetagem relacionada com a metodologia de tratamento e limpeza das peças.
Por incorrerem nestas infracções graves e muito graves, as sete mulheres poderão vir a ser condenadas a penas de prisão até três anos de cadeia e em multas com um valor máximo de cinco mil Euros.

Um comentário:

Márcio Branco disse...

Esqueceste de mencionar uma enorme falha detectada que é o tamanho das ditas meninas.
Toda a gente sabe que o tamanho permitido no mercado é 86-60-86 e a maioria das meninas estava bem longe deste numero o que revela que as redes de pesca não estão calibradas para o peixe graudo, deixando assim passar especimes mais pequenos que depois não conseguem reproduzir-se de forma natural, provocando assim um enorme risco ambiental.
Qualquer dia ainda vamos ter as alternadeiras em risco de extinção e aí quero ver o que vão dizer os verdes e os ecologistas. É que conseguir um ambiente propicio para a reprodução de espécies é muito complicado, que o digam os zoos japoneses que aos anos tentam reproduzir pandas em cativeiro e ainda nada! Se não os tivessem eliminado da floresta em primeiro lugar!!!!