quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Press Release

"185 agressões a professores no ano passado."

Só? Se eu fosse aluno desancava pelo menos num professor todos os dias! Afinal se não se é suspenso, se não se é expulso, se não se é preso, se não se paga indemnização por ofensas corporais, se os comportamentos de tortura psicológica não são considerados como tal, se a violência física não é considerada crime público, se se riscam pinturas e se furam pneus de carros e nada se paga, se os "profs"chateiam com trabalho enquanto os putos se divertem, se exigem que estes tenham na sala de aula a atenção que religiosamente guardam para as brincadeiras, jogos e filmes, se se chama à atenção aos meninos como nem os pais o fazem, etc., não sei por que razão os meninos pensariam e actuariam de outra forma! Se ninguém diz nada e quem é responsável por eles está sempre a deculpabilizá-los, só pode ser uma boa atitude!

Um comentário:

Luna disse...

É muito triste!
Aqui no Brasil ocorre o mesmo... um eterno descaso com os desmandos dos alunos para com os professores. Acredite, hoje publicou-se em um jornal que alunos de 14 anos "COLARAM" a professora na cadeira ... Pense! Colaram LITERALMENTE... A professora teve queimaduras de segundo e terceiro graus por conta da SUPERcola... É lamentável!

Bjs***
LUna