sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Press Release

"Jovem deu à luz em ambulância."

Estes casos começam a ser tão comuns, que qualquer dia o que se tornará notícia serão os nascimentos ocorridos nas maternidades!

3 comentários:

A Mona Lisa tinha gases disse...

LOL

Márcio Branco disse...

De facto estas noticias mais recentes vêem dar razão ao governo que decidiu fechar maternidades e centros de saude porque verificamos que afinal nós já temos ao nosso dispor serviços móveis de cuidados de saude. As ambulancias são mini hospitais, neste momento fazem-se lá partos, mas rapidamente estas unidades especializadas, ao estilo do barco holandez que praticava abortos, qualquer dia as ambulancias fazem abortos em movimento. Queremos fazer uma viagem porto- lisboa e reservamos a ambulancia e aproveitamos para ter um filho, fazer um aborto, ou então uma correcção estética.
Penso que este governo lançou um novo modelo de saude que se não patentearmos rapidamente, os americanos ou os janponeses vão faze-lo e lá se vão os direitos sobre esta ideia incrivel de tornar as ambulancias em unidades móveis de saude. Já imagino uma série estilo marés vivas, mas numa ambulancia e o dia a dia dessa equipa, o stress de não saber qual seria a missão do dia, se a ambulancia teria gasóleo necessário para chegar ao destino, se por ventura o sistema de via verde parasse, quem iria tirar o ticket da máquina. Ou então uma operação spot!!!!
Bem, isto dava era um filme de primeira categoria, era para óscar de certeza :-)

Ritynhaa disse...

E qualquer dia as ambulâncias começam a ter parteiras/obstetras!

Quanto á resposta ao comentário no meu blog. Não sei se será apenas a minha consciência. Porque eu esforço-me para ser melhor pessoa, mas ás vezes parece que quanto mais esforço faço mais exigem.